terça-feira, 16 de junho de 2009

Velásquez e suas Meninas

Seria a arte um signo, um objeto, algo que nos sugere a realidade do espírito, ou seria uma maneira de refletir sobre a vida ? Talvez seja uma mistura de tudo isso, nos levando a um profundo viajar dentro e fora de nós. Abrir janelas até então nunca abertas, permitir que nossos olhos vejam e enxerguem muito além do superficial e quem sabe assim deixar nossa compreensão se fazer presente, aceitando plenamente nossos limites e nos descobrindo por inteiro.
Velásquez é um testemunho desta reflexão, um pintor que em sua nobre existência, indagou e viveu todos os mistérios que envolvem o homem e o mundo, e através de suas pinturas eternizou a realidade da vida.
Velásquez veio testemunhar a luz, essa mesma luz que vem da essência de cada um de nós. Representante autêntico da fotografia da “alma humana”.
O que pinta Velásquez no quadro?
_ Pinta...o que está pintado! Pinta o que o espectador vê! _ pinta – “AS MENINAS”!
_ No centro Velásquez pintando diante de um bastidor. O acompanham a infanta, suas damas e protetores, seus bufões; ao fundo o espelho a imagem dos reis, e a porta aberta por onde penetra a luz. Em primeiro plano um grande mastim (cão de guarda). A vida e a luz, no centro seu pintor. _ "Eu sou eu, e minha circunstância” diz Velásquez.
O exterior é rigoroso interior. Onde está o quadro? O espectador sente-se tentado a entrar na escura estância, a ultrapassar essa porta aberta, por onde se aproxima a luz. Pelo quadro saímos da caverna de Platão, para o mágico país além da vida e da morte.
O real para Velásquez começa na arte. Esse quadro vale por toda uma biblioteca: _é história palpitante!
Essa pintura é o autêntico retrato do seu autor. Pela magia da arte, o instante fugaz fêz-se eterno, converteu-se em um livro e resumo de sua vida e época.
Recebi uma encomenda de escolher uma das meninas e trabalhar em cubismo. Essa tarefa
foi cumprida em sete quadros, em desenho a nanquim.

















































































Talvez uns estejam a pensar: por que ela escolheu essa menina? Não sei... rsrsrs...

foi a que mais me chamou atenção e pude trabalhar como eu gosto, com liberdade

e uma infinidade de detalhes, que me rendeu uma exposição; a qual coloquei como título:


_“As Meninas de Velásquez”.

Agora tenho que ir, mas voltarei em breve!

22 comentários:

Carla disse...

FABULOSO este trabalho, fiquei paralizada no 3º quadro, chama por mim, é o estilo que amo pintar e dar cor, amei amei amei. Apetecia-me agarrar nele e "desfaza-lo" ainda mais como um puzzle e dar toda a cor do mundo. Parabéns pelo espectacular trabalho. Considere que me encontro de pé para aplaudir. Beijão

Rosinice Carvalho disse...

Meu deus, que coisa Maravilhosa. Parabens, faço uso das palavras da Carla seu trabalho é espetacular.Mil beijos

Dulce disse...

Lindissimas todas essas (suas) meninas de Velasquuez...
Meus parabéns por toda essa arte, minha admiração por sua criatividade.

bjs.

Mona Lisa disse...

Olá Waléria

Fiquei sem palavras!
Simplesmente espectacular!

Nem sei que dizer!
A minha preferida é a terceira.

És uma ARTISTA!
Parabéns.
Bjs.

Lisa

Noemia Travassos disse...

Uauuu Walleria,os meus parabéns !!

primeiro pela dissertação que fez sobre o quadro das "meninas" e em segundo lugar pelos projectos cubistas. Não é nada fácil recriar mantendo o impressionismo do desenho original com a harmonia das formas cubistas.
Gostei muito de todas mas em particular da 2, 3 e 5.
Um desafio muito bem superado!

Voltarei em breve e continue o seu excelente trabalho.

Dulce disse...

Waleria,

Há um mimo à sua espera, lá no "Em prosa e verso". Quando puder, por favor, dê uma passadinha por lá para retirá-lo.

beijinhos
Dulce

Luma D. disse...

Waleria, sabia que me surpeenderia com sesus trabalhos, mas não tanto assim... Gostei de todas, mas amei a 2 e a 5. Parabéns!

=)

Tais Luso de Carvalho disse...

Uau, Walzinha!!Que beleza, menina! Além do texto muito elucidativo, como sempre fazes, estas ‘meninas’ estão belas; ficarei, para meu acervo particular, (rsrs) com a 2,3,4,5,7.
É de ficar um bom tempo comparando as meninas e seus belos traços.

Quanto a Velazquez, sabemos que além de precursor do impressionismo, por suas pinceladas livres, era um grande retratista, ficando na história suas obras de famílias reais, como este ‘As Meninas’, transmitindo muita vida em todas suas obras, principalmente ao usar o tom de azul. Era obcecado pela nobreza e aos 24 anos conseguiu tornar-se o pintor oficial da Corte de Felipe IV.

Parabéns de coração.
Tais luso

Bruno Cardona disse...

Olá desde já agradeço o seu comentário sobre a minha tela, mas quando vim ao seu blog fiquei encantado com tamanha beleza, muitos parabéns, para mim estes trabalhos são os seus melhores, dos que já tive a oportunidade de contemplar.
Um óptimo fim de semana.
Bruno Cardona

Valter disse...

Oi Waléria, é um trabalho muito bonito parabéns, sem duvida as pinturas revelam sempre algo só tem um porem, é saber o que revelam, só os mestres como você para saber decifrar o enigma e dar o valor real. Abraços Valter.

VANUZA PANTALEÃO disse...

Que presente lindo, Waléria!
Velásquez é um dos primeiros para mim, amo suas cores, sua estética, ele é genial.
Que bom que você gostou do nosso espaço! Fique totalmente à vontade, tá?

Um delicioso final de semana!!!Bjsss

Graciela Acebal disse...

Wall, vocè è MARAVILHOSA... suas meninas cubistas brilhantes!!!
- cuànto talento y cuànta paciencia para dibujar -
Cuàntas horas de trabajo tienen estas meninas? Excelente Walleria,
un abrazo de tu amiga argentina!!

Mona Lisa disse...

Olá Waléria

O Selinho é o que diz "Este blog tem glamour".

Tem regras , mas se não as quiseres seguir leva só o selinho.
Gostava que o levasses, pois acho que o teu blog tem glamour.

Bjs e bom fim de semana.

Lisa

Adelino disse...

Obrigado pela vista!!
Esta sua interpretação é fantastica!!
PARABENS!!

Até breve.

Adriana disse...

Oi Waléria!
Como você está?
Nossa! acho incrível a capacidade que um artista tem de ver tão além das coisas! Confesso que eu nunca pensei em ver uma mesma pintura em tantas outras facetas! Fiquei pensando agora como podemos lançar tantos olhares diferentes para a mesma coisa...
Você é uma artista e tanto, amiga!
Continue sempre aprimorando seu dom!
Obrigada pelas palavras lá no meu bloguinho!
Quanto às tatuagens, tenho 2 asas de borboleta (azuis,do tamanho das minhas costas), mais um dragão chinês na nuca que desce pela coluna e uma margem no cabelo,de cada lado, que parece dois olhos fechados, sorrindo (entende?rs...é pq essa é tribal). E no braço tenho uma ramagem que o envolve todo...e no pulso mais 3 juntinhas(um poema em japonês, Yeshua em hebraico e uma borboleta tribal).
Um grande beijo! E apesar de não entender tanto de arte, adoro seu blog! :)

PATRICKÍSSIMO disse...

Olá, Waléria!

Grato pelo comentário.

Adoro nanquim:

Traços de nanquim
Não se apagam com o tempo...
(Trilhas, de Guilherme Arantes)

Abraços.
Estive por aqui.

Ana Oliveira disse...

Olá Waleria

Vim agradecer o comentário que deixou sobre os meus trabalhos, no blog "Amigos da Porcelana" e conhecer o seu espaço.
Parabéns por, de forma tão pessoal e ao mesmo tempo didáctica, nos dar a conhecer as particularidades de pintores que são referência na pintura mundial bem como dos seus trabalhos.

Gostei muito da forma como tratou a Menina de Velasquez que escolheu e dos resultados que conseguiu com o preto e branco.

Parabéns pelo seu trabalho.

Beijos

Ana

Rodrigues ® disse...

Caracas, adoro desenho em nanquim, e ficou muito bom a releitura, muito interessante mesmo, vai fazer uma série com releituras?

Donagata disse...

Tenho andado um pouco fugida como já deve ter dado para entender. E hoje, quando aqui cheguei e li o seu post, fiquei até arrepiada de prazer. Como sempre uma primeira parte fabulosa que nos ajuda a entender muitas coisas que, quando olhamos para o quadro (e eu já o vi no Prado), não vemos. No meu caso falta-me talvez a formação e a sensibilidade. Contudo gostei imenso!

Agora do que eu gostei mesmo muito foi do seu trabalho. Fabuloso. Parabéns. Não posso dizer mais nada porque não sei. Apenas amei.

Fabiano (LicoSp) disse...

Interessantissimo, analisando parece até parece formada por desenho iconograficos, junções de figuras geometricas

muito lindas.

PS: Desculpa o sumiço... é q tah fodis.

bjs do Lico

Vivian Pereira disse...

Lindo trabalho Dinha!!

Passando para te deixar um beijo e dizer que mesmo estando sumida do seu blog (e do meu tb rs)... TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!

Bjoss

JRonson disse...

uma palavra: UNICO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...