quarta-feira, 29 de julho de 2009

Giorgio De Chirico -Italiano 1888/1978

Será que quando sonhamos saímos da realidade, ou será que a realidade está sempre em nossa vida, até mesmo no sonho?
Sei que não podemos direcionar nossos sonhos quando estamos dormindo, mas acordados...
Dizem que sonhar é preciso, pois senão iríamos enlouquecer com tantas informações... então seria os sonhos uma faxina cerebral? E o que você me diz quando sonhamos acordados?


De Chirico dizia que na vida precisamos de sonhos, mistérios, e foi assim que ficou famoso, como o principal instigador da chamada pintura metafísica – tendência oficialmente criada em 1915, e transformava os objetos cotidianos em elementos de um universo misterioso.

-A respeito de sua arte, o pintor dizia:

- “ experimentamos os movimentos mais inesquecíveis quanto a certos aspectos do mundo, cuja a existência ignoramos completamente, se nos deparam de súbito e nos colocam diante da revelação de mistérios que estiveram o tempo todo ao nosso alcance, mas não podemos ver, porque somos demasiado míopes, nem podemos sentir, porque os nossos sentidos estão inadequadamente desenvolvidos. Suas vozes mortas falam-nos de perto, mas soam como vozes de outro planeta.”


A pintura de De Chirico dirigiu-se a uma outra realidade – metafísica – além da história .
Os cenários projetados pelo pintor permitem flagrar os contornos do novo estilo, que se consolída entre 1917/1920. Os elementos arquitetônicos mobilizados nas composições – colunas, torres, praças, monumentos neoclássicos, chaminés de fábricas, etc. Constroem espaços vazios e misteriosos. As figuras humanas presentes carregam consigo, forte sentimento de solidão, silêncio. São meio homens, meio estátuas, vistos de costas ou longe.


Em suas pinturas se torna impossível de ver os rostos, apenas silhuetas e sombras projetadas pelos corpos e construções.
Nas telas de De Chirico, os objetos parecem não ter sentido, como nossos sonhos que por muitas vezes não conseguimos decifrar, outras vezes são esquecidos em fração de segundos, ficando em nós apenas sensações.


A pintura metafísica encontrada nas obras de De Chirico influenciaram os artistas surrealistas, e apesar de ter sido considerado um precursor, De Chirico, repudiou a sua obra surreal, e a partir de 1925, começou a pintar dentro de um estilo mais tradicional.
- O sonho acabou?


Os três 1°s quadros são da 1° fase - o último mostra sua mudança de estilo -








27 comentários:

Carla disse...

Sonhar acordada é o meu dia a dia, não sei se é muito bom!!!!!! Se calhar vou ter que morrer e nascer outra vez para descobrir quem sou, credo ficou meio mórbido, mas não é essa a intenção, acho que você me entende. Beijão

Mona Lisa disse...

Oi Waléria

O sonho nunca acaba...é uma constante da vida.

Adorei o post.
Parabéns.

Bjs.

Paulo.Nichio disse...

Olá, estou passando para conferir o seu blog e dar o meus parabéns, muito legal aqui, qualquer coisa, dê uma passada na minha página também =D tenha uma ótima sexta-feira, fui.... (http://paulo.nichio.zip.net)

Valter disse...

A o sonho, se não existisse nada no mundo teria sentido, não se construiria nada, não haveria progressos, o ser humano não existiria: A o sonho, é o combustível da alma é a vida é tudo: A o sonho, palavra tão pequena, mas que faz sentido em tudo que fazemos, então vamos sonhar.
Parabéns Waléria.

MoizaCARTUNS disse...

De Chirico... conheci várias obras dele por aí, sem saber que era ele o autor. Adoro a arte da primeira fase, e acho um absurdo um artista repudiar logo aquilo que ele mesmo começou... e deu certo. Dá pra ver que o quadro da mulher na praia - segunda fase - não tem nada de muito diferente do que os outros artistas já faziam; perdeu a personalidade. Bem diferente da arte surrealista que produzia antes, como se fossem retratos de um sonho distante.

Mudando de assunto, valeu pela visita lá no meu blog de tirinhas Mutum, cara!

Abraços o/

".Felipe Rezende." disse...

Wall..
já disse né, adoro seus textos, sempre aprendo coisas novas.
ficou lindo.
aa, agoora to melhorando já,mas como sempre, vem um ser humano e tenta estragar, to mee recompondo de uma tristezinha q chegou aqui.
o texto novo q postei, eh beeeeeem pessoal.
mas eu preciava postá lo.
bjo.
se cuida.
Felipe

Vivian Pereira disse...

Dinha!!!!

Sempre bom saber um pouco mais com o seu blog!!!

Passando para te deixa um beijinho.

XD

Bernardo disse...

Ola Wall
Acho que no dia do aniversário de Mario Quintana nada mais oportuno que uma frase do poeta para comentar este seu texto:
"Uma vida não basta ser vivida: também precisa ser sonhada"
Um abraço
Obs: passe pelo Quintana Eterno.

Living in Barcelona disse...

Oi Wall, é um indiscritivel entrar nessa postagem sua e não comentar, essa obra de arte é lindíssima. Sou fã de Salvador Dali e tive a oportunidade de conhecer o fantástico museo em Figueres (Espanha) o que recomendo a todos que gostam do Pai do Surrealismo. Se quiser tem no meu blog fotos de algumas obras dele.
Ah, e mudando de assunto, preferi ficar com as bonecas, estou com pena de vender e faz parte da história da minha família. Obrigada pela ajuda!
Bjos

Donagata disse...

Wall, adorei esta sua postagem. É que, como já disse um montão de vezes, sou uma ignorante na área das artes. E, confesso que nunca havia ouvido falar deste pintor Giorgio de Chirico. Ainda por cima italiano e percursor, segundo entendi, do surrealismo embora o tenha rejeitado.
Estou a melhorar imenso os meus conhecimentos nesta área com as vindas aqui ao seu blogue. E, mais uma vez digo que tem qualidades extraordinárias de transmissão de mensagens. Neste caso de conhecimentos. É uma professora inata. Uma comunicadora por excelência. Obrigada.

Tais Luso de Carvalho disse...

Walzinha, como fiz um comentário, de 100 metros no teu post das cores, há pouco, só te digo que este texto sobre 'Giorgio De Chirico' está ótimo.
Gostei muito.

beijos, amiga!
tais luso

Dulce disse...

Waleria

E não são os sonhos que impulsionam os grandes mestres a criarem suas obras?
Mais um texto enriquecedor, aonde se pode aprender, ilustrar, conhecer. Parabéns por cada uma de suas postagens.
Beijos

Canteiro Pessoal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canteiro Pessoal disse...

Hum... o sonho acabou? Disseram pra mim, em partituras teóricas, que em toda pergunta há resposta e dentro da resposta um segredo. Mas, através desta, pode-se perceber que este pintor continuou firme em seu sonho, afinal, sua indagação ecoa 'mistério'.
Dentro do tradicional sacode o [no]mental 'os sentidos que estão inadequadamente desenvolvidos'.
Cá ao prelúdio, da indagação, o pôr-de-sol se aproxima e as luzes da cidade instalam uma eletricidade que camufla asfixiando o conforto escondido do que está. Mas, no íntimo, perqueri o amor do sonho que não se faz fatura vencida e nem se submete a bancos em greves, mesmo que os observadores não compreendam.
O quarto da 'tela tradicional' psicografa procurar desligamento às instalações e acende as velas, no intuito do esvoaçar da visita atue em traços finos. Apagando a imagem do espelho e recomponha detalhes que soletram o impossível possível sobre o que todos estão atrelados, 'tradicional', 'estereótipo'.
O registro do invisível visível em delírio se organiza no reogarnizar as coisitas de dentro da caixa. Onde as paredes não atuam 'é tarde para se sonhar', mas estão em branco à espera do prenunciar verde. Ilógico lógico tempo do maduro sobrepondo ao imaturo e proclame boas vindas. No verde do hoje no curvar do: respeito-te tradicional, mas pintarei sobre ti o meu sonho e estará [no] por trás! E do sussurrar quando me observarem na penteadeira, minha visão do que está virá. O ontem de hoje do sempre sobre a pele chorante do choro em batom e bonecas; carros e carrinhos.

.Beijos mil!

Priscila Cáliga

Vivian Pereira disse...

Selinho pra ti no meu blog!

bjoss

Eliana / Lu Maria disse...

Eu só conhecia uma obra até então... as outras, apesar de já ter visto, não conhecia a autoria. É bom vir aqui! Sempre aprendo com seus posts.

Muito obrigada pelos selinhos, viu? Já colamos lá na nossa casinha.

beijos grandes!
Eliana

Viviani disse...

Olá Waleria?! Vc acha mesmo que depois de sua visita eu ia deixar de passar por aqui e lhe prestigiar?! Seu blog está simplesmente fantástico, muito útil tbm para quem estuda artes.
Lhe desejo muito sucesso por aqui e por onde andares e tbm felicidades, sempre!!!
"Um artista é alguém que produz coisas de que as pessoas não têm necessidade, mas que ele - por qualquer razão - pensa que seria uma boa ideia dá-las a elas."
( Andy Warhol )

Viviani disse...

Passando novamente, só pra dizer que já votei em vc, aí nesses dois selinhos, viu? Abraço!!!

genial disse...

hey there wallarte... how are you doing...?!?!? i'm doing fine here... hugs and kisses (lmao) from Jakarta Indonesia :)

happy blogging friend :)

Vivian Pereira disse...

Aewww Dinha!!! Agora ta td ok, só q alguns nomes dos blogs no album dos selos estão cortados... mas de resto ficou ótimo!!!!

Em breve nova postagem rsss


Bjs

Makeup World por Dany Dafne disse...

Ooi! Td bem?

Gostei muito da sua visita! E mais ainda de saber que veio através da Vi!

Achei o blog muito interessante, principalmente os seus desenhos à nanquim! Parabéns!

Sempre que quiser voltar ao meu cantinho, vai ser muito bem vinda! ^^

Boa quinta!
Beeejo!
=*

Luma D. disse...

Oi Waleria.
Não sei se você já resolveu o 'problema', mas geralmente quando a imagem fica cortada você precisa dar resize. Se você não tiver um editor de imagem, pode reduzir no Photobucket ou no Picnic.

Beijos

Adelino disse...

Gostei muito de conhecer, Georgio De Chirico. Não conhecia e gostei muito dos qudros da primeira fase.
O post está exelente como tudo neste blog!!!

Até breve.

antonior disse...

É um olhar onírico que nos fita das telas de Giorgio De Chirico. Somos olhados antes de vermos.

O seu espaço continua em grande forma...

Até breve.

Dulce disse...

Waleria


Há um selinho para o Wallarte, lá no Em Prosa e Verso. Por favor, quando tiver um tempinho, passe la para retirar.
Obrigada
beijos

Dulce

Regina disse...

Obrigada, Waleria!! E volte sempre que quiser, claro!!

Já havia vindo aqui antes:) achei muito bem feito e escrito seu blog
e o legal é que tb faço Ed. Artística!! (so tenho mais um periodo pra terminar)
bjos!

wallper.lima disse...

Gostei mto sinceramente de todos os comentários e agradeço.
Falar de Giorgio De Chirico, pra mim foi um prazer, já que foi um artista surrealista...assim como Salvador Dali, só que com outro jeito de se expressar, mas ambos ligados ao sonho, com tdo aquilo que está além de nossa visão comum.
Devo admitir tb, como mtos aqui disseram, que eu gostava mais de sua 1° fase, onde "talvez" ali, demonstrasse aquilo que ele sentia de fato diante da sua realidade interna.
Obrigada a tdos.
Bjocas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...