segunda-feira, 30 de maio de 2011

Pinturas de Carlo Mense – 1886/1965-Artista Alemão -

Um enigma ou puro esquecimento?

Como não falar de um artista que dedicou sua vida inteira ao mundo das Artes? Você já ouviu falar em Carlo Mense? _ Eu ouvi pela primeira vez, através de um amigo que me mandou via e-mail, o site, e assim passei a conhecer suas pinturas. Não satisfeita, fui pesquisar mais  sobre sua vida…pois não entendo, não aceito essa indiferença, esse ato de deixar esvair pelo ralo, “obra e vida” de um artista de tanta expressão e conhecimento.

Carlos Mense nasceu na Rheine, Westphalia em 13 de Maio de 1886.  Em 1906 matriculou-se na Academia de Dusseldorf.

Em uma viagem a Itália com seu irmão “Rudolf”, acabou em Ascona, onde entrou em contato com movimentos reformistas, que exerceria uma influência duradoura sobre sua vida.

Carlos Mense - 1925 1922-

Em 1912 estava mostrando pinturas no  lendário Sonderbund exposição em Colônia e foi representada com o trabalho em 1913 na exposição - “Rhinish Expressionistas” – Isto levou ao contato com Herwarth Walden, cujo as revistas “ Die Aktion Mense e Der Sturm” contribui impressões.

A guerra eclodiu e com isso veio atrapalhar sua vida, onde foi convocado, e como havia se instalado na Renânia, só voltou quando a guerra chegou ao fim.

familia no retrato -Retrato de Família-1925

Em seguida, tornou-se um dos principais membros da “Gesellschaft  Fur Kunst”(Art Society)- que fundou a revista “Der Strom e em 1918 lá se juntou a associação de artistas - “Das Junge Rheinland”(jovem Renânia) e o Novem Bergruppe(Novembro Group) após seu casamento com Vera Baske.

Cultivou laços estreitos com Paul Klee na cena artística Schwabing.  Por conseguinte, o seu circulo de amigos últimos, incluía Oskar Kokoschka, José Eberz, Georg Schrimpf e sobre tudo, Richard Seewald.

- carlo 1922-

Nós artistas, temos muitas dificuldades de vários níveis, e só nossa classe sabe do que estou falando.  Isso vem desde o passado e disso Carlo Mense também não se livrou, muito pelo contrário.  Em 1925 foi nomeado professor na Academia Estadual de Belas Artes Aplicadas em Breslau, mas em 1932, a academia foi fechada, e perdeu sua posição.  Depois atribuindo ao prêmio Roma, garantiu uma bolsa até o verão de 1934.

Entre o sim e o não, – MENSE – teve uma vida feita de incertezas, muitas injustiças, e pelo pouco que li, me pareceu uma pessoa de muita personalidade, que não se abatia, nem aceitava aquilo que representavam como verdade. Tanto que em suas pinturas não seguia simplesmente aquilo que aprendeu, mas mostrava nelas sua alma! Tanto que mais tarde, seus trabalhos foram marcados de - “arte degenerada” – pelos nazistas, e 34 obras foram apreendidas e destruídas nos ataques de bombardeio -pelo Nacional –Socialistas de coleções públicas -

mae do artista - 1925  -Mãe do Artista- 1925

Depois só se ouviu falar dele em 1956, quando teve uma One-Man-show de seu trabalho, em Konigswinter, por ocasião do seu aniversário de 70 anos.

Esse amigo que relato no começo da postagem é Valter Mense - sobrinho-neto deste grande artista.Akt%20im%20Raum,%201928-29%20CM 1928/29

Termino esta postagem com uma frase que é capaz de causar reflexões:

_ Sei que uma vida tão rica de detalhes, sumiu num pequeno sopro, como se fosse absolutamente nada!!!

Até breve…

12 comentários:

Kátia disse...

E quem disse que nos blogs não se é possível encontrar informação de qualidade?
Ao vir aqui hoje matar as saudades me deparo com essa gama rica de informação.Como a arte faz bem não é?eu adoro descobrir coisas novas e interessantes!
Amiga,queria também agradecer pela sua força.Li em meu blog as suas palavras e digo-te que me foi muito,mas muito mesmo revigorantes!
O--B--R--I--G--A--D--A--!!!
Não tenho palavras a mais para expressar o tamanho do meu agradecimento.
Espero que esteja bem.Receba meu abraço carinhoso e grande beijo!

ukrayna vizesi disse...

very nice pictures

Letras y Arte disse...

Querida Wal,
muchas gracias por visitar mi blog y leer algo de mis Desvarios...
Estoy en una etapa de cambios, pero siento que el sol brilla allà en lo alto para mì. Y tengo trabajo y proyectos, y tambièn ilusiones.
Me gusta pasar por tu casa, despuès de un tiempo de ausencia y saber que siempre te encuentro por aquì.
Volverè... es un placer.
Un cariño muy grande
tu amiga Graciela

Vanessa B. disse...

Ainda bem que Mense não se deixou abater pela repressão nazista! Afinal, como disse Wilde, boa parte do conhecimento que temos vêm de obras que não se "pode" ler.

Parabéns por continuar divulgando conhecimento através do seu blog, e por sempre me motivar a continuar escrevendo!
(e olha que faz muito tempo que eu não escrevo)

Abs!

Living and Learning disse...

Oi Wal!! Tudo otimo... Bom saber de voce...
Ainda tentando ter umas aulas de arte, aki e ali, mas esta um pouco dificil, sabe que quando se e mae, trabalha-se24hrs. s/ parar. (mas amo ser mae)
Entao essa banda com sotaque de Curitiba ne, linda, eu gosto muito do estilo.
Bjos...

angela disse...

O mundo da arte é cheio de injustiças e essa é uma delas. Bom você traze-lo.
beijos

Canteiro Pessoal disse...

Valéria querida! Eis que a filha retorna à casa. Preciosa, que relato exuberante! Venho conhecer este artista por ti. Que muitos que estão enterrados, das cinzas ressuscitem mediante muitos como tu - Valéria, e nos ensine a beleza da personalidade forte que não se abate diante desafios sufocantes.

Abraços


Priscila Cáliga

Tais Luso disse...

Oi, Wal!

Lembro de ter visto esta obra 'Mãe do artista' 1925. Mas não conhecia nada do artista; digo conhecia porque agora digo que conheço, rsrs.
Bela obra.

Acho ótimo trazer, também, pintores não muito conhecidos. Esta é a finalidade de fazer um blog de arte: trazer o máximo que se pode de conhecimento. Parabéns, ótima postagem.

Grande beijo, amiga.
Meu carinho.
Tais Luso

Irene Moreira disse...

Wall
Que bom estar aqui e mais uma vez aprender um pouco dessa arte que é pouco reconhecida e valorizada.
No meio das artes quantos Carlo Mense existem com tamanha "riqueza" e que "nada" sabemos.

Espero que o até breve seja bem breve.

Desculpe o atraso em vim te visitar, mas sabes que moras no meu coração.

Beijos

nereida disse...

Wal, quanto tempo...
Como sempre, você "plantando" cultura, não é mesmo?
Eu, por minha vez, tenho andado pouco por essas bandas e escrito ocasionalmente( muuuito ocasionalmente!!) no meu blog! Coisas do Facebook, que no pouco tempo que tenho, reúno música, amigos, mensagens , textos e vídeos, já que a praticidade é maior...
Um beijo enorme e obrigada pela sua visita lá no meu cantinho!

Densetsu disse...

WALLLL!!! XD Olá. Mto tempo se passou desde minha ultima vinda aqui, mas regressei e aqui estou. ^^

Dessas pinturas eu devo admitir que não gostei mto não. Elas me dão medo OoO , tipo se eu andar pela sala os olhos dela vão ficar me seguindo. O cara é bom, mas as pinturas dele me deixam desconfortavel.


Tchau qrda Wall, abs's e bjo's. ^^

wallper.lima disse...

Obrigada por todos os comentários. Eu não conhecia este artista, mas conheci um sobrinho dele e foi em homenagem a ele, que fiz esta postagem... pena que talvez ele não tenha visto, ou...bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...