domingo, 30 de novembro de 2008

Palhaço/Charlin Chaplin


Quando vamos ao circo, olhamos o palhaço, damos gargalhadas de tudo que ele faz...das suas roupas coloridas, do seu rosto pintado, do nariz c/uma bola vermelha na ponta, mas não vemos o palhaço! Em nenhum momento imaginamos o que há por trás daquela imagem, até então enigmática, que causa em muitos interesses, em outros medo...onde será que está a curiosidade? Será que existe um homem dentro desta fantasia, ou aquele palhaço existe de fato? Onde será que está o homem que habita esse cenário colorido, que corre, faz piruetas, vira cambalhotas, onde será? Talvez dentro deste palhaço, sentadinho feito criança, assistindo a mais um espetáculo, que tem como título:

" O Mundo das Ilusões Perdidas"!

Oh palhaço!


De fato você é aquilo que somos, aquilo que vivemos , aquilo que representamos, pois como dizia um dos maiores palhaços da nossa história:

"Somos todos cidadãos do mundo!"(Charles Chaplin).

Ora choramos, ora sorrimos, e a cada dia surge um novo espetáculo!


8 comentários:

PAULA PEREIRA disse...

Olá amiga, bastante originalidade.
Apreciei muito o seu cantinho e a parecença entre seu pai e Salvador Dali é real.
Boa semana para si.

Paula

Marli disse...

Concordo!Sem falar que na maioria das vezes além de palhaços precisamos "matar um leão por dia"! (Adoro Chaplin!)Dei uma passadinha só para dizer que adorei seus comentários, obrigada e até mais!

Anônimo disse...

ola prima aqui é o wagner visitei e adorei como sempre bjosss

Anna Leão disse...

Valéria,

Adoro o clima do seu blog, a música, os textos, as pinturas -esta de abertura então é linda, adoro esse estilo que a minha ignorância nas artes plásticas não consegue definir. Mas é isto, aqui vai se aprendendo sobre esta arte através de suas informações e postagens. A troca é tão boa, não é? Quando percebermos que ela nos dá muito mais do que a competição estaremos, de fato, vivendo a era de Aquário.
Um beijo grande,
Anna

Tais Luso de Carvalho disse...

Wal, será que tenho saudades da minha infância ou dos palhaços que me levavam para um mundo de alegria? Tinham suas tristezas, mas passavam ilusões pra gente inocente. Mas até eles já foram esquecidos.
Gosto muito do que B.Brecht deixou escrito: “Que tempos são estes em que é quase um delito falar de coisas inocentes?”

Beijos, querida amiga.
Tais

Marli disse...

Oi Waléria! Obrigada pelos comentários da Sweet Home! Sinta-se sempre a vontade para deixar seus comentários, inclusive nas páginas do Valter, que agora encontra-se em viagem, mas está sempre acessando as mesmas quando dispõe de um tempinho, como ele já lhe falou está em plena safra.
Obrigada e volte sempre,
abraço!

Patrick disse...

Olá Waléria. Grato pelo comentário. Os movimentos artísticos que marcaram épocas estão por aí pelo mundo, mas a maioria nem dá importância, o que considero uma heresia, afinal, toda arte verdadeira é divina e nos mostra um mundo de conhecimentos e magia! Que música é essa que toca no seu blog? Abraço.

Eliana / Lu Maria disse...

Bela verdade!

LU MARIA - http://sumidadeprerrogativa.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...