terça-feira, 7 de abril de 2009

Toulouse - Lautrec (1864/1901)

Salon in Rue Des Moulins - Henri Marie Raymond de Toulouse Lautrec Monfa.
Desceu das alturas para misturar-se ao povo mais baixo, obrigando a arte também a descer o pedestal dos museus e mansões, para derramar-se pelas ruas.

Procurou fazer parte do mundo que ele retratava em seus quadros. Vivenciou o submundo, centro de atração da secreta sociedade do prazer, instalou-se em um prostíbulo de luxo -Montmartre -.

Sua obra não é problema, mas mistério inesgotável, como a própria vida. Uma maravilhosa fonte de conhecimento e de vivência, além do bem e do mal.

Indagou o rosto humano, procurando sua verdade. Procurou inconscientemente através de sua pintura um alimento que servisse como cura para seu espírito...numa busca infinita de si mesmo, para compreender suas limitações e angústias, diante da vida.

Toulouse teve duas quedas o qual o deixou com as duas pernas atrofiadas, e não suportou ter que conviver com sua figura deformada, sendo chamado de " anão bufão", o pintor das verdades amargas.

Entre a solidão e a marginalidade, recorreu ao álcool, buscando o tempo inteiro na intimidade dos outros, "talvez", uma inspiração para retratar sua própria imagem e refletir sobre a vida, deixando transparecer um pouco de sua secreta ternura!

24 comentários:

SimLima disse...

Querida Wallarte, passo para agradecer a visita e elogios, e tenho que dizer conhecer teu blog me deu imenso prazer. Adorei todas as postagens, aprendi muito e te agradeço imensamente por todo este novo conteúdo em mim.
Mil beijos, e espero te ver sempre!
Simone Lima

Tais Luso de Carvalho disse...

Walzinha, a gente nunca sabe, de fato, de onde vem a genialidade: algumas, porém tenho certeza que vêm de certas amarguras da vida.

Basta lermos as biografias dos grandes gênios da pintura, da música e da literatura. Parece que a natureza compensa. O lucro é nosso... Porém ficamos também com uma enorme dívida a pagar pelo conhecimento que nos deixam.

Olha, já levei meu mimo! Tá lá tua marca...
Obrigada, amiga!
Tais luso

Patrickíssimo disse...

Quem sabe Toulouse não foi muitas pessoas dentro de si mesmo? E isso pode ter provocado nele uma energia tão intensa que resultou em seus diversos personagens e cores!

Ils vivent Toulouse. Ils vivent l'art!

Estive por aqui.

Fabiano (LicoSp) disse...

amei seu blog... acho muito interessante o assunto arte... principalmente qdo bem explicado.

continue assim

abs

Canteiro Pessoal disse...

Sentada onde os pés não tocam o chão... soletrooo...

A-M-E-I

O

P-R-E-S-E-N-T-I-N-H-O


Beijos milll... ave rara !

manzas disse...

Num traço de avião, desvendo o teu rosto,
Rosto de nuvem em céu azul, luz do infinito…
Infinito desfasamento de Poalhas em fundo fosco,
Fosco cálice vazio que cala a voz de um grito!

Grito queimado nas cinzas de um cinzeiro,
Cinzeiro apagado de um quarto de hotel perdido…
Perdido por um ardente amor, enamorado por inteiro!
Inteiro o calor de um corço que arde consumido.

Que nesta Páscoa receba muitas bênçãos,
Que esta passagem lhe traga
Muito amor, saúde, paz e esperança…
Por ser uma pessoa especial,
Lhe desejo…

Uma FELIZ PÁSCOA!
Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Anna Leão disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Efigênia Coutinho disse...

Toulouse Lautrec , um dos meus pintores preferidos, onde a sua simplicidade é o seu ego.

Obrigada por nos brindas com tamanha obra deste artista.
Perdoa-me se não consegui aqui retornar, e fico agradecida com sua distinta preocupação, e ainda sou premiada com um Selo .
receba meu terno afeto,
Efigênia Coutinho

Maria disse...

obrigada pela visita e pelo impulso.
Você também faz parte de emu impulso.
beijinhos

SimLima disse...

Querida Waleria, eu e minha companheira somos militantes pela aprovação, no Senado Federal, do PL 122/2006 que criminaliza a homofobia. Karol agora vem se dedicando a um viveiro orgânico e eu procuro retomar minha produção artística, basicamente óleo sobre tela.
Neste meio tempo, vamos vivendo a vida como ela se nos apresenta. Sem medo de ser feliz...

Quero te dizer que WALLARTE será o primeiro blog que acompanharei, já que também não gostaria de não te achar quando sentir saudades.

Mil beijos
Simone Lima

PS.: somos nós parentes???

Juan disse...

Hey..
Thanks for the post about Lautrec.
Take care.

keep in contact.

Bye.

TECHWARE BRASIL disse...

Querida Waleria,

Como sabemos, a arte é própria do ser humano, mas não a todos por igual, alguns menos, outros mais. Naqueles em que a arte se identifica, próprio da sua sensibilidade ao simples, desprovidos e desapegados de tantas futilidades, encontramos os verdadeiros expoentes das artes. E nessa essência do artista pleno, a sensibilidade ao extremo, é onde encontra-se sua maior fragilidade.

Com carinho,

Roberto Ramos

Marli Mense disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Donagata disse...

Mais uma vez, uma boa lição sobre um pintor. Gostei muito.
Gostei também e creio não ter ainda referido, o novo visual do seu blog. É lindo.

Não sei se já lhe agradeci o miminho que me dedicou, o qual tenho intenção de postar hoje...Gostei dessa distinção especialmente vindo da parte de um blog de que eu gosto mesmo.

Um beijo e aproveito para desejar uma santa Páscoa.

Vivian Pereira disse...

Dinha!!!

Com o seu blog a gente aprende mais a cada dia, gostei muito de saber um pouco da vida desse pintor.

Agora vou passar mais vezes aqui ok?? hehehe...

Obrigada pelo presentinho, vou colocar hoje lá no meu blog.

Bjossss

TE AMO!!!!!

Pryscila disse...

WALERIA!!! SOU A PRYSCILA, CARTUNISTA, DO SITE WWW.PRYSCILA.COM.BR POR ONDE VC PASSOU OUTRO DIA. EM PRIMEIRO LUGAR, OBRIGADA PELOS ELOGIOS. E, VINDO CONFERIR TEU ESPAÇO POR AQUI, FICO AINDA MAIS FELIZ COM TEU COMENTÁRIO SOBRE MEU TRABALHO.
TENHO O MESMO A DIZER SOBRE O TEU POR AQUI. UM SHOW!!! VOU VER SEMPRE. POXA, E COINCIDENTEMENTE, ADOOOOORO O TRABALHO DO TOULOUSE!!!
BEIJÃO QUERIDA!
PRYSCILA VIEIRA

Felipe Rezende.* disse...

meu Deus quanto ignorâmcia a minha. Não sei ao certo se ignorância ou falta de tempo pra ler um pouco mais sobre cultura, e coisas mais úteis ao meu dia a dia. Vou passar a ler mais, estou me sentindo completamente ignorante em meio ao comentário dos outros. Mas enfim, amei o texto, muito interessanto e prazeroso, estarei aqui sempre que der, porque como eu disse no meu blog, o tempo por qui ta curto... não estou aguentando. kkkk já estou te seguindo também. obrigado pelas suas visitas, sempre q der estarei deixando meu recadinho por aqui. beijos waleria.

Luma D. disse...

Oi, Waleria.
Vim te desejar uma feliz páscoa repleta de novas esperanças e ressurreição de sonhos 'adormecidos'.

Beijos

=)

tertulías disse...

Lautrec... uma marvilha. cada vez ´´e uma redescoberta com certos pintores, nao acha? Agora uma outra pergunta: De quem é o quadro incial do seu blog? É Napoleao coroando Josefina, nao? Eu o conhecia da capa de um livro do meu pai "Napoleao" por Stefan zweig.. E agora reve-lo trouxe-me tantas memórias...

Bernardo disse...

Olá Wal

Sempre achei coberto de mistério a vida de Lautrec. Tudo começou no tempo de escola quando um professor brincando dizia que "Lautrec tinha uma perna mais curta que a outra em compensação a outra era mais comprida."
Brincadeira de mau gosto à parte, teve seu efeito pelo interesse despertado em mim pela vida do artista.
Obrigado pelo presente.

Canteiro Pessoal disse...

Passando por aqui hoje numa leitura com mais calma, ou diria qualidade, e percebo que riqueza existente na vida deste ser.
Venhamos e convenhamos, todos nós em partes recorremos a arte em seu ato de abrir e fechar para alimentar o espírito. Tenho por mim que, o ser humano é espírito que possui uma alma e que reside num corpo.
Essa frase é forte ao meu ver; "... numa busca infinita de si mesmo, para compreender suas limitações e angústias, diante da vida". Platão diz, "A maior conquista do homem e a conquista de seu próprio território".
Lindo e profundo seu post, sempre que passo por aqui muito aprendo, também, no retornar por certas coisitas especiais deixadas de ladinho, pela tal imaturidade e medo do não efetuar. Admiro sua paixão pela arte; digo que isso, me cativa e desperta a vôos possíveis e impossíveis.

Beijos milll... ave rara !

TECHWARE BRASIL disse...

Querida Waléria,

Como me sugeriu antes, e aproveitando um momento de inspiração para uma poesia, que a muito me faltava, coloquei uma pequena mostra de uma tela em complemento ao texto no meu blog, ainda não concluída, mas que sugere um pouco das minhas pequenas aventuras com os pincéis.

Abraços.

Roberto Ramos

Tais Luso de Carvalho disse...

Querida amiga, no meu blog, na coluna da direita, estou mimando meus amigos com selinhos a escolher. Por favor, vá lá e fique à vontade, estão bem embaixo, após a placa verde.

Esta é uma maneira de não deixar os blogueiros que gosto de fora; são muitos! Portanto todos saem agraciados!

Um grande beijo
tais

croqui disse...

fizeste bem lembrar Toulouse,
gostei mt!
parabéns

croqui®

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...