terça-feira, 8 de novembro de 2011

AMAZÔNIA E SUA EXUBERANTE BELEZA - MARGARETH ÚRSULA MEE - INGLATERRA - 1909/1988

Muitos vivem e não se dão conta, outros vivem germinando ideias, questionamentos, e deixando um pouco do seu perfume...sim, uma amante das plantas, apesar de não ser botânica profissional, mas um vasto conhecimento combinando a expressão artística com a natureza e a ciência.

Margareth Mee, uma pessoa com visão futura, com uma grande preocupação com o mundo, com a extinção ocorrida por vários fatores, que hoje estão devastando, ameaçando a "vida humana!" Tudo isto foi previsto há muito tempo atrás, mas devido a ignorância da época, todos eram vistos como "bruxos": e hoje qual seria a desculpa? O que fazemos com todas as informações que recebemos? Por que um jogo de futebol é capaz de mobilizar uma nação, e uma passeata em prol da paz, um não a corrupção não é capaz de mexer com o povo brasileiro?

Margareth Mee desde muito cedo mostrou ser uma pessoa de espírito aventureiro, sempre ligada a novas descobertas, buscando sempre um alimento para a alma! Apesar de ter talento evidente, colocou de lado a faceta artística e se embrenhou na vida política, e assim, como o primeiro marido, juntou-se ao partido comunista britânico. Tendo grande papel como oradora e demonstrava grande paixão por seus ideais.

Mee era despojada, uma mulher de coragem em se expor era muito grande, quebrando o silêncio imposto as mulheres na época. Dedicou-se as causas de luta contra a pobreza, a guerra civil espanhola e o movimento fascista na Inglaterra.

Não gostaria muito de me deter na parte política, mas somente dizer que nos meados da segunda guerra mundial, Margareth Mee Alterou suas convicções e com a ajuda de amigos, entrou em 1947, para a Escola de Arte de St.Martin - em Londres - a qual acho que fez muito bem, pois sua vocação gritava muito mais alto, e através dela se podia dizer muito mais ao mundo!

Com o trabalho desenvolvido nesta escola foi admitida na Escola de Arte Camberwell(Londres), onde mais tarde se tornou professora. Lá conheceu Victor Pasmore, um dos melhores pintores britânicos, e que teve uma grande influência sobre ela.

Em 1952, Mee, veio para São Paulo com seu segundo marido com intuito de cuidar da irmã doente. Chegando lá deu aulas e seu marido se ocupava como comerciante de arte. Durante este período, o fascínio pela exuberância da mata atlântica que na época cobria grande parte do estado, incluindo áreas que hoje fazem parte dos subúrbios urbanos, levou-a a pintar plantas e flores que encontrava em passeios locais. Daquele momento em diante Magareth se apaixonou pelo que viu e encontrou um novo desafio em sua vida - "pintar as florestas tropicais."

Mudou-se para Belém do Pará, e se inspirou nas pesquisas de um famoso expedicionário - Richard Spruce, cujos itinerários serviram de exemplo para suas próprias expedições.

Em 1956 fez a primeira viagem a floresta Amazônica, e ali foi um despertar de uma grande paixão que transformaria sua vida para sempre. Foram 15 expedições de 1956/1988 - digamos que seja um sonho transformado em uma bela realidade, onde seu trabalho seria: _ desenhar, pintar e coletar muitas espécies de plantas, tal como existem no seu habitat natural.

No meio dessas idas e vindas fez grandes descobertas. Registros de espécies que a comunidade científica pensava estar extintas, uma vez que não eram vistas há décadas!

Na última expedição realizou o sonho que tinha desde 1965, ( já havia tentado várias vezes ) de capturar o desabrochar da FLOR DA LUA (uma espécie rara de cactos - selenicereus Witti (cactaceae)cujas flores brancas abrem unicamente numa noite de lua cheia no ano. Declaração de Margareth Mee sobre aquilo que viu: _ "Enquanto me posicionava ali, com a orla escura da floresta ao seu redor, sentia-se enfeitiçada. Então a primeira pétala começou a mexer-se , depois outra e mais outra, e a flor explodiu para a vida!!!"

Seu trabalho começou a atrair atenções, e em 1960 foi convidada pelo Dr. Lyman B. Smith, um especialista em bromélias, para participar do projeto - "Flora Brasílica"- fazendo ilustrações na seção de bromélias.

O projeto durou 5 anos, viajou todo o país, e se tornou perita em plantas da família BROMELIACEAE, descobrindo novas espécies, três das quais receberam seu nome.

Em 1969 foi publicado o livro escrito por Lyman B.Smith com pinturas de Mee - intitulado _ "THE BROMELIADS"

Margareth sempre solicitada, veio parar no Rio de Janeiro, indo morar no bairro de Sta Teresa seguindo a sugestão do amigo e companheiro de algumas expedições - o paisagista e botânico "Roberto Burle Marx". E foi nessas expedições que colheram várias espécies de plantas tropicais para os seus jardins. Dessa maneira, MEE, pode contribuir muito para o enriquecimento dos jardins do Rio de Janeiro, doando espécies de plantas recolhidas nestas viagens.

No RJ, trabalhou com Guido Pabst, um perito em orquídeas e contribuiu para a ilustração do seus livros com suas pinturas: _ FLORES DA AMAZÔNICA, EM BUSCA DE FLORES e NA FLORESTA AMAZÔNICA(aquarelas).

O que teria levado esta pessoa a assumir um papel tão importante dentro do Brasil e para o mundo, numa visão onde a beleza das cores, a vida nas florestas tropicais se tornaram tão latentes? Seria apenas um desejo particular, ou uma visão ampla e futurista, que um dia muitas espécies desapareceriam?

Muitas viagens, muitos perigos, doenças, convivência com os índios, muitas dificuldades e cansaço, mas nada a impedia de registrar tudo que observava. Nesses 30 anos vivenciados durante suas expedições na Amazônia, foi percebendo o crescimento desordenado da atividade humana, causando alterações dos ecossistemas, e assim, a tristeza e a reflexão começaram a ganhar forma. E além de fazer seu papel como artista e pesquisadora, começou a lutar pela preservação. E apesar da falta de liberdade nos anos 60/70, não a fizeram calar. Não podendo se expor em público, procurava outros meios. Quando mais tarde se passou a existir liberdade de expressão, foi uma das primeiras pessoas, a falar sobre - DEVASTAÇÃO CRESCENTE - e sem sentido da FLORESTA AMAZÔNICA, inclusive chamando a atenção de outros países para este fato.

Margareth Mee diante de tal realidade fez uma coleção privada de todas as suas aquarelas de cada espécie, nomeando de: _ COLEÇÃO DA AMAZÔNIA - Seu desejo, era que todos pudessem ter acesso a um guia vasto e completo de espécies raras, muitas hoje já extintas. Sua intenção era vender seus registros a uma instituição americana ou inglesa, para serem preservados. Você deve estar se perguntando: _ Por que não o Brasil? _ Hum... pelo que sei, é que sua intenção era que sua coleção fosse mantida fora do Brasil, pois tinha tido experiências desagradáveis com o Instituto Botânico de São Paulo, e ainda por razões pessoais.

Foram feitas várias negociações, muitas não aceitas pelo preço inferior ao pretendido. Finalmente em 28 de Novembro de 1988 foi fechada a compra pela Companhia TRUST(Inglaterra) aceitando o preço e as condições estipuladas pela pintora como: _ 1 - dar ao público acesso fácil a coleção - 2-criação de bolsas de estudo para novos artistas e biólogos para continuarem os estudos da Amazônia - 3 - A vontade de que suas pinturas nunca tornariam ao Brasil.

Creio que o que aconteceu com MEE, acontece e aconteceu com muita gente aqui no Brasil, que é a falta de incentivo, valor e reconhecimento, mas isto, eu deixo pra uma outra postagem.

Mee morreu na Inglaterra em 1988 em um acidente de carro.

Pelo que li, posso dizer, que ela deixou um grande legado, incomparável e sobretudo regado de um sentimento nobre que define toda sua dedicação -

o AMOR -!!!



9 comentários:

Tais Luso disse...

Wal, eu não conhecia esta história fantástica; pode-se dizer que esta sim é a arte a favor da vida! Que gesto espetacular, esperar, na noite, uma flor se 'manifestar' literalmente. E registrar.
Mas é isso, amiga, para as coisas acontecerem por aqui não é fácil; brasileiro gasta milhões em campos de futebol; gastará horrores em lazer quando este dinheiro poderia reverter para dezenas de hospitais equipadíssimos! Coisas de 1º mundo. Mas, brasileiro é bonzinho... E irresponsável. Basta olhar para as nossas matas. E as catástrofes que estão acontecendo. Esta artista viu tudo, só aqui que ninguém viu.

Gostei de ter conhecido isso. E que pinturas, heim?
Beijão.
Tais

wallper.lima disse...

Esta mensagem recebi da minha irmã através do Facebook pelo meu niver no dia 11/11 - e não poderia deixar de expor aqui, neste espaço tão importante pra mim...

waléria maninha!
O tempo passa e amadurecemos de tal forma, q começamos a entender as coisas q acontecem em n/ vidas,caminhos q se cruzam, os "pra quê" e "por quê", como já sabemos, nada é por acaso!Lembro de n/infância, qdo "Éramos Sete"(te lembra alguma coisa?), éramos agarradinhas, diziam q éramos como cão e gato, mas na verdade hj percebo q desde pequenininhas,éramos GRANDES AMIGAS lembro de n/brincadeiras, vc sempre me protegendo na escola e qualquer lugar, como se eu fosse um cristal, o seu cristal, adorava as brincadeiras q inventava, nem me importava qdo só você era a principal e qdo chegava a minha vez vc dizia "ah esta brincadeira está chata vamos brincar de outra coisa?" eu queria era brincar! tempo bom...Aí o tempo foi passando, passando, por um período de nossas vidas ficamos e estivemos distantes, mas nunca deixamos de nos amar.Que bom, Wal, hj podemos dizer q nos reencontramos,de corpo e alma, n/amizade está cada vez mais fortalecida, e qdo vc me olha nos olhos vejo aquele olharzinho cheio de carinho do mesmo jeitinho q deixei a anos atrás,o abraço fraterno e amigo de sempre q nem a distância conseguiu acabar!Hj não poderia deixar de lhe dizer o qto a amo,o qto vc pode contar comigo,o qto para mim é importante ser s/irmã e s/amiga, agradeço a Deus por ter cruzado n/ caminhos e nos ter enviado p/viver na mesma família, e eu ter o prazer de conhecê-la.
Feliz niver!Feliz dia!Feliz vida!Mta saúde, realizações, inspirações e parabéns pela pessoa linda que é!Me tenha no seu coração, pois,vc está guardada p/sempre no meu, c/sete chaves!
Q Deus te abençõe e te ilumine.
Te amo de montão, hj e sempre.
Waninha

Densetsu disse...

Nossa, fascinante a maneira de comop ela deixou o esprito artistico falar mais alto e partir numa busca a procura da beleza que a natureza pode proporcionar a todos. O coração fala sempre mais alto, só não ouve quem é surdo,kkkkkkkkk, ou ignora o que ele diz. Obrigado por partilhar isso conosco.

Te indiquei ao Selo Sunshine 2011.


http://dragondensetsu.blogspot.com/2011/11/selo-sunshine-2011.html

Abraços e beijos. ^^

Letras y Arte disse...

Olà amiga,
he tardado pero aquì estoy!!
La historia de esta mujer es increìble, apasionante. Como bien dice Tais, una artista a favor de la vida! Inspirada en y preocupada por la naturaleza. Bello... muy bello todo
Gracias por visitar mi Blog Wal, tratarè de estar por aquì màs a menudo, siempre es un placer pasar por tu casa.
Besos y hasta pronto

Living and Learning disse...

Ok Wall! Linda a historia dessa musher maravilhosa. Muito importance para o Brasil. E, que desenhos tão delicados, as fauna brasileira e sem duvida de muita importância no mundo. Obrigada pela partilha do conhecimento. Beijinho.
,

Anônimo disse...

If I miss that chance, she's goneAffirmation: I am financially fulfilled through the expression of my gifts and talents And who really needs MORE luggage to carry around?2
? Resolve to give the training time and support to workIf you have a cooled space share it with your pooch Ask them a series of key questions to reveal any past history of inappropriate conduct

[url=http://fans-chicago.com/]Brian Urlacher Jersey[/url]
[url=http://www.jjwattjerseys.com/]J.J. Watt Women's Jersey[/url]

If I miss that chance, she's gone It simply means that you need more practice, more experience The physical discomforts are trying to get your attention - Pay attention to a greater dis-ease within

[url=http://ravensofficialnflshop.com/]Terrell Suggs Jersey[/url]

Anônimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ viagra prix
http://commanderviagragenerique.net/ prix viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra sin receta
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ costo viagra

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis vente
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis pas her
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis costo
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis generico

wallper.lima disse...

Agradeço a todos os comentários aqui expostos...e digo com sinceridade que adorei fazer esta postagem, na qual vejo um lado humano muito grande expressado através desta criação linda feita por Margareth Mee.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...